Fliporto 2010 troca Porto de Galinhas por Olinda

VI Festa Literária Internacional de Pernambuco: essa é a nova alcunha da Fliporto 2010, que saiu de Porto de Galinhas para aportar no Parque do Carmo, em Olinda. O evento, que acontecerá entre os dias 12 e 15 de novembro, irá homenagear a escritora ucraniana radicada no Brasil, Clarice Lispector, morta em 1977. Além disso, a literatura judaica também ganha destaque nesta edição.

A mudança de local se deu pela intenção de facilitar o acesso do público. A expectativa é de mais de 25 mil pessoas participem da feira deste ano, contra as 15 mil que participaram da edição de 2009. A estrutura se assemelha um pouco com as de grandes feiras, como a de Paraty, no Rio de Janeiro: será montada uma tenda fechada com capacidade para 800 pessoas, na qual irão acontecer as principais palestras, que deverá ter 30 convidados.

“Queremos trazer a ideia de uma feira internacional e, para isso, é preciso que ela aconteça em um lugar que facilite a locomoção do público”, explicou o coordenador do evento, Antônio Campos. Sobre o tema judaico, ele explicou que, desde o final da feira do ano passado, a ideia já vinha sendo composta. “É importante relatar a cultura judaica no mundo ibero-americano”, disse. Para isso, o historiador Ronaldo Vainfas, que trata do tema de Jerusalém Colonial, estará presente.

Alguns dos autores já confirmados são: o argentino Ricardo Piglia; o escritor canadense Alberto Manguel; Moacyr Scliar e Arnaldo Niskier, ambos pertencentes à Academia Brasileira de Letras (ABL). O coordenador de programação, Mário Hélio garantiu que a grande preocupação é convidar autores de qualidade, que garantam a grandeza desejada para o evento. É estimado que ocorra o lançamento de pelo menos 50 títulos no decorrer dos quatro dias. Desses, ao menos 30 serão de autores pernambucanos.

Para falar sobre Clarice Lispector, talvez o nome de maior peso na feira seja o americano Benjamin Moser, que escreveu uma das biografias mais aclamadas sobre a autora, lançada ano passado. Também haverá uma exposição de fotos sobre a autora.

Para os que não conseguirem entrar na tenda principal, uma tenda aberta, com capacidade para 1.500 pessoas, contará com telões para que o público também possa acompanhar as discussões que acontecem no outro espaço.

A cidade de Olinda também deverá tirar proveito da Fliporto. O prefeito de Olinda, Renildo Calheiros, prometeu que, até novembro, alguns trens vão circular pelo Sítio Histórico, facilitando a movimentação dos turistas. “Os trens já estão sendo licitados”, garantiu. Também está sendo estudado um convênio entre a feira e restaurantes, ateliês e hotéis.

Espaços como Cine Fliporto e Fliportinho continham garantidos, apesar das mudanças. Já uma das novidades será um evento musical, que ocorrerá durante três noite, no Fortim do Queijo. Para abertura, estão confirmadas a banda Orquestra Contemporânea de Olinda e a cantora Fortuna, de origem judaica. A programação completa, das palestras, oficinas, autores, palestrantes e bandas, será divulgada 30 dias antes do início da Fliporto, que conta com o apoio da Embaixada de Israel.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: